Skip to content Skip to footer

A Geographic Wines nasce da cumplicidade e da vontade de Nuno Morais Vaz e Daniela Matias em criar vinhos únicos, que têm por base a autenticidade, a sustentabilidade social e ambiental, a preservação e divulgação dos diferentes terroirs e espólio vitícola português, bem como permitir ao consumidor viajar por Portugal sem sair do lugar. Cada garrafa mostrará de uma forma autêntica e leal cada canto e cada lugar que entusiasticamente exploram. 

OS PRODUTORES

Nuno, com raízes no Douro e uma paixão enorme pela região demarcada mais antiga do mundo, e pela sua história, todos os anos faz quilómetros em busca daquela vinha que pensa dar outra amplitude e outro carácter aos vinhos da região. Quer relembrar e honrar cada videira e cada Homem que a trabalhou ao longo dos séculos, desde os primórdios quando as primeiras civilizações trouxeram a primeira cepa e a começaram a trabalhar para produzir vinho.

Daniela é uma estudiosa e entusiasta da vertente mais vanguardista da enologia. Defendendo-a como uma ciência não exata, prefere uma menor intervenção humana mas sempre aberta ao experimentalismo, com o intuito de criar vinhos geográficos – vinhos do lugar.

Ambos acreditam que no menos está o mais: menos intervenção na vinha e na adega leva a uma maior expressão de cada parcela, para isso vinificam separadamente cada uma durante a vindima.

A NOSSA IDENTIDADE

Os nossos objectivos são simples. Queremos fazer vinhos com um claro sentido de terroir e carácter, vinhos vivos e sem maquilhagens! Pretendemos mostrar que vale a pena honrar e proteger a herança vitícola portuguesa. Amamos as vinhas velhas. Defendemos a agricultura sustentável. Somos fanáticos pelas vinhas em vaso do Planalto Mirandês. Vivemos fascinados pela influência atlântica do Vale do Lima (Vinhos Verdes) e da Bairrada. Somos amantes da mineralidade e continentalidade de Monção e Melgaço. Os “field blend” durienses são o coração dos nossos vinhos. Acreditamos que as uvas de todos os lugares e recantos que nos enchem a alma, são de facto, maravilhosas. Acreditamos que grandes coisas são possíveis em Portugal, e que agora, estamos apenas a trilhar o caminho do quanto pode ser bem feito.

Filosofia-Geographic-Wines

A NOSSA FILOSOFIA

Acreditamos que a qualidade e a beleza do vinho provêm maioritariamente da vinha. Pretendemos praticar uma vinificação simples e cuidadosa: sem leveduras, sem enzimas, sem acidificação, sem manipulações, prensagens suaves, macerações longas, trabalho de borras.

Estes são os princípios fundamentais em que acreditamos. Não podemos, em boa consciência, falar da importância do lugar, se depois intervimos demasiado na adega. Esperamos encontrar a voz da terra e do lugar, não apenas a marca do enólogo.

pure land expression

Terroir
Handcrafted
Sustainable

vinhos

AS NOSSAS EXPRESSÕES

DOC Vinho Branco

DOC Vinho Branco

Pet Nat – Brut Nature

parcerias

SAIBA QUEM CONFIA EM NÓS

testemunhos

O QUE DIZ QUEM SE CRUZA CONNOSCO

Conhecedor dos diversos terroirs, Nuno é uma espécie de Indiana Jones da vinha, sempre em busca de parcelas e lugares diferenciadores nas várias regiões, enquanto Daniela procura levar à prática o conhecimento académico com mérito já reconhecido em mestrado do ISA.

José Augusto Moreira

Jornalista, Revista Fugas

A preservação desses territórios é outro dos seus propósitos, prometendo que “cada garrafa mostrará de uma forma autêntica e leal cada canto e cada lugar que entusiasticamente exploram”.

José Augusto Moreira

Jornalista, Revista Fugas

O resultado [Landcraft Alvarinho] é muito bom, e agrega o melhor dos dois terroirs.

Nuno de Oliveira Garcia

Crítico de Vinhos, Revista Vinhos Grandes Escolhas

[Landcraft Sauvignon Blanc] Tenso e aguerrido, notavelmente salino, tem boa untuosidade, textura, final longo e de perfil gastronómico. Distinto, permite uma miríade de opções na mesa.

José João Santos

Diretos de Conteúdos, Revista Vinhos
Go To Top